Perguntas frequentes sobre o zumbido

O Zumbido, também conhecido por "Tinnitus" ou "Acufenos" pode definir-se como a sensação subjetiva de barulho na cabeça ou ouvidos da qual só o próprio se apercebe.

Os efeitos do zumbido podem ter graves perturbações na vida cotidiana do paciente. Apesar de não acontecer sempre, a maior parte dos pacientes de zumbido apresentam também perda auditiva. Ainda existem muitas dúvidas sobre este problema auditivo, sendo as seguintes as mais frequentes:


Quais são as causas do zumbido?

 

Existem várias teorias neurofisiológicas sobre como é produzido o tinnitus e a sua origem. As causas do tinnitus/acufenos são variadas e podem incluir as seguintes:

  • Lesão na cóclea

  • Perda de audição

  • Infecção no ouvido

  • Obstrução do conduto auditivo externo (cerúmen)

  • Ingestão de medicamentos ototóxicos

  • Exposição prolongada ao ruído

  • Trauma na cabeça ou no pescoço

  • Neurinoma do acústico


A alimentação pode influenciar o zumbido?
 

Alguns estudos demonstram uma ligação entre o zumbido e a alimentação. Alimentos como o abacaxi, o alho e o mirtilo podem reduzir e aliviar a sensação de zumbido, enquanto que o álcool, o café e o sal comprovadamente aumentam a sensação e desconforto causado pelo tinnitus.
 

O zumbido pode ser um sintoma de outras doenças?
 

Sim. Para além de estar relacionado com a perda auditiva, o zumbido pode ser um sintoma de outros problemas de saúde, como alterações no metabolismo (ex. Hipoglicémia, intolerância à glicose, diabetes), problemas hormonais e circulatórios, algumas doenças genéticas e ainda tumores que afetam o nervo auditivo.
 

Existe cura para o zumbido?
 

Não existe uma cura para o zumbido. O que acontece é que, graças a algumas terapias cognitivo-comportamentais e sonoras, os pacientes passam a conseguir controlar e gerir o seu zumbido.

A "Tinittus Retraining Therapy" (TRT) é a terapia mais aconselhada para auxiliar os pacientes que sofrem de zumbido a controlá-lo e geri-lo. Através de sessões de aconselhamento personalizado e aprendizagem de técnicas de relaxamento, terá mais qualidade de vida.