O que é a perda auditiva de alta frequência?

 

A perda auditiva tem vários tipos e graus, sendo diferente em cada paciente. A perda auditiva de alta frequência é uma das formas mais comuns de perda auditiva e pode ser definida como a perda de audição que ocorre entre 2000 Hertz - 8000 Hertz. A diminuição da acuidade auditiva na faixa de alta frequência é frequentemente o primeiro sinal de perda auditiva.

Recorrendo a um audiograma, um profissional de audição consegue diagnosticar a perda auditiva para cada frequência.

A perda de audição de alta frequência dificulta a compreensão da fala em ambientes ruidosos, especialmente as vozes femininas e infantis, que têm um tom mais alto. Sons agudos como sirenes, campainhas, entre outros, também são de mais difícil compreensão. Falar ao telefone é um desafio para pacientes com este tipo de perda auditiva.

Os sons recebidos são processados por pequenas células no interior da cóclea. Os sons de alta frequência são processados na base da cóclea, onde as células são mais suscetíveis a danos.

A perda de audição de alta frequência pode acontecer por vários fatores, incluindo ruído, idade, medicamentos ototóxicos e outros problema de saúde.