O zumbido aumenta a probabilidade de ter acidentes de trabalho

Um estudo realizado pela Universidade de Yale, nos Estados Unidos da América demonstrou que pessoas com histórico de zumbido e perda auditiva de alta frequência são mais propensos a estar envolvidos em acidentes de trabalho. A pesquisa analisou perto de 10 mil operários e funcionários fabris expostos a ruído entre 2003 e 2008.

As conclusões mostraram que o risco de sofrer um acidente de trabalho é 25% maior entre trabalhadores que sofrem de zumbido e perda auditiva de alta frequência.

O estudo alerta ainda para a importância de monitorar a audição dos trabalhadores regularmente e promover o uso de proteção auricular.

O Zumbido, também conhecido por "Tinnitus" ou "Acufenos" pode definir-se como a sensação subjetiva de barulho na cabeça ou ouvidos da qual só o próprio se apercebe.

Os efeitos do zumbido podem ter graves perturbações na vida cotidiana do paciente. Apesar de não acontecer sempre, a maior parte dos pacientes de zumbido apresentam também perda auditiva.